Relacionamento

Meu marido quer controlar meu dinheiro! O que Fazer?

 

Ola bem vindo ao eucontigo blog, sexta feira(24/11) recebi um e-mail de uma leitora com a seguinte dúvida: meu marido pega todo o meu dinheiro! o que devo fazer?, após sanar a sua dúvida escrevi este artigo. Tudo pode começar de forma inocente como; pedir para ver o extrato da sua conta bancária ou solicitar algum dinheiro alegando fazer um investimento ou guardar para o futuro…

Mas esses hábitos podem chegar a comportamentos mais sérios e abusivos tornando a relação cheia de medo e ansiedade cada vez que você fala ou pega em dinheiro.

Mario querer controlar o seu dinheiro pode ter N outros comportamentos opressivos como: gasta seu dinheiro consigo sem seu consentimento, pede empréstimos em seu nome, faz você pagar por diversos contas domesticas básicas como luz, água, internet, telefone, TV a cabo que ambos usam ou monitora cada centavo que você gasta na maior cara de pau, sem falar que tudo isso pode levar a outros tipos de abusos mais graves: o emocional ou o físico.

A grande maioria das vítimas desses abusos envolvendo dinheiro são mulheres, embora os homens também possam ser vulneráveis, particularmente os idosos ou com deficiência, a poucos dados claros de abusos financeiros dentro de casa que em grande parte porque, juntando com a violência doméstica, as vítimas tendem a não denunciar essa situação.

Nem as leis que o confrontam abundam globalmente.

Alguns países, como o Reino Unido, estão trabalhando em regulamentos que impedem esse tipo de comportamento coercivo, mas ninguém sabe ao certo o quão eficaz eles podem ser.

Como o abuso financeiro pode ser detectado, antes de se tornar serio e evitar que meu marido queira controlar o meu dinheiro?

Patricia Carvalho(nome fictício é claro) me confidenciou que seu marido sempre abria a geladeira procurando por um leite(que ela gostava de tomar), mas que esse leite era caro e que sempre questionava se ela o tinha comprado mais barato, alegava que ela gastava demais o SEU próprio dinheiro, além de ser um folgado pois não pagava nada em casa a não seu o carro da família.

“Sempre que ela ia comprar algo ou até mesmo os suprimentos de casa, ficava sempre a pesquisar diferentes preços de produtos, procurando sempre economizar o máximo para sobrar dinheiro para entrega-lo em mãos quando voltasse para casa, tinha medo dele me repreender, como sempre acontecia quando gastava demais…” 

Todas as decisões financeiras – dos feriados à escolha dos móveis de casa, era o marido dela que tomava. 😐 

Foi ai que o marido começou a ir longe demais, como retirar grandes somas de dinheiro de sua conta comum para comprar coisas pessoais dele; como comprar uma moto, sair para beber com os amigos até emprestar dinheiro também.

Então veio o pior Seu o marido dela gastou demais e foi demitido por justa causa, atrapalhando assim a economia da família e atrasando o empréstimos da casa, sobrando para ela assumir todas as dividas.

Hoje, Patricia vive com seus dois filhos, um de 7 anos e outro de 3 na casa de seus pais, a 2 meses esta separada e o marido caiu na bebedeira já com uma semana não da noticias, resumo do marido controlar o dinheiro dela: se encontra sem dinheiro, não conseguiu pagar a casa e morando com os pais, por isso não permita essa situação em sua vida, procure ajuda! 😕 

Sinais de aviso

De acordo com as Nações Unidas, 30% das mulheres que tiveram um relacionamento dentro de uma casa dizem ter sofrido alguma forma de violência física ou sexual de seu parceiro e nesta realidade inclui o fator econômico.

No Reino Unido, um relatório recente da organização Women’s Aid intitulado “Trapped and controlled” confirma que o abuso do marido querer controlar o dinheiro da esposa(abuso financeiro) é freqüentemente um dos primeiros sintomas da violência doméstica.

 ➡ Principais condutas do casal em que é necessário se corrigir especialmente:

  • Fazer importantes decisões financeiras sem sua participação
  • Usar seu cartão de débito / crédito sem perguntar sua altorização
  • Controla seu acesso ao SEU dinheiro (cartões de crédito ou conta bancária)
  • Assumir a sua renda(seu salario)
  • Omitir de contribuir para despesas domésticas(alguns marido fogem disso quando a mulher trabalha)
  • Coloca as contas em seu nome, mas não ajuda a pagá-las
  • Pegue créditos/empréstimos em seu nome, mas não contribui para quitar.
  • Tirar dinheiro da sua carteira/conta bancária sem autorização.
  • Força você a parar de trabalhar.

 

Se teu marido quer controlar o seu salario, busque ajuda!

Se algo do tipo estiver acontecendo na sua casa, busque ajuda, não aceite este tipo de situação, procure a família, amigos ou ate mesmo a policia, Além disso, para Patricia, por exemplo, tentar mudar sua própria situação era muito difícil na época, porque tinha uma conta bancária conjunta com o marido, assim ela não conseguia impedir o marido de retirar o dinheiro que queria.

Os bancos, em geral, não possuem mecanismos estabelecidos para lidar com esse tipo de disputa. As entidades globais, como o HSBC, só podem impor restrições às contas conjuntas se a polícia o solicitar. Outros bancos apenas aceitam bloquear temporariamente uma conta se forem formalmente notificados no caso de uma disputa matrimonial.

O setor bancário diz que está disposto a fazer mudanças para combater o abuso financeiro nos casamentos, mas reconhece que não é fácil estabelecer um procedimento abrangente para lidar com esse tipo de caso especifico.

“É dever dos casais poder falar sobre dinheiro sem hesitação, com ampla liberdade, é um sinal de confiança  de proximidade, não saber administrar essa base fica muito difícil manejar o barco do matrimonio no tempestuoso mar do relacionamento”

Quando isso não é possível, é melhor procurar e sem demora conselhos na família, amigos ou qualquer organização de ajuda contra o abuso doméstico que existe na sua cidade, e ai gostou do artigo, deixe seu comentário e compartilhe esse post! 😉 

Meu marido quer controlar meu dinheiro! O que Fazer?
4.2 (83.33%) 6 votos
Etiquetas

Marcos Paulo Vilela

Nós do blog Eucontigo blog entendemos que para uma relação ser de qualidade e a longo prazo precisa de uma boa dose de amor e fidelidade mas acima de TUDO maturidade de ambos, nossa missão é promover um conteúdo que possa satisfazer os dois lado da laranja, um sentimento verdadeiro merece compreensão...

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo